Curta nossa página no facebook.

Denúncias de falsificação de atestado médico podem aumentar.

Cremepe acredita que a divulgação do caso pode aumentar o número de denúncias.
A divulgação da onda de falsificação de atestados médicos na Região Metropolitana do Recife pode aumentar o número de denúncias no Conselho Regional de Medicina (Cremepe).


A presidente do conselho, Helena Carneiro Leão, acredita que a divulgação do caso pelo Diario pode ajudar o órgão na fiscalização. "Esses fatos denigrem a imagem da medicina no estado. É importante que a mídia divulgue essas histórias para que as pessoas entendam que falsificar ou entregar um atestado falso pode se configurar como crime", afirmou.


Nesta terça-feira (17), o ortopedista Fábio Ribas reuniu a imprensa para mostrar atestados falsificados com sua assinatura e CRM. "A assinatura não é minha, apesar de o número do CRM ser o mesmo. Estou preocupado que tenham falsificado outros documentos meus", disse.


A fraude só foi descoberta depois que a Aeronáutica procurou o médico após desconfiar de dois atestados entregues por um soldado. "Outros seis casos vieram à tona depois disso e já prestei esclarecimentos na delegacia responsável pelo caso", pontuou Ribas.


A Aeronáutica informou que só vai comentar o caso após concluir as investigações internas sobre a conduta do militar. O Segundo Comando Aéreo Regional esclareceu que está apurando administrativamente a veracidade de alguns atestados médicos recebidos.


"Ao final da investigação, caso seja comprovado o envolvimento de militares da Aeronáutica em ato ilícito, eles poderão ser punidos", adiantou por meio de nota enviada ao Diario.


Durante as investigações, que estão sendo feitas pela Delegacia de Prazeres, um caso semelhante foi descoberto numa empresa de ônibus. Um rodoviário que apresentou atestado médico falsificado foi demitido por justa causa. O carimbo médico apresentado no documento falso também tinha o nome de Fábio Ribas.  
Fonte:Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Saiba mais clicando aqui