Curta nossa página no facebook.

Primeiro caso de dengue de 2013 é confirmado em Boituva, SP.



Segundo a Secretária da Saúde, doença foi contraída na própria cidade.
Área onde o paciente mora recebe nebulização e moradores são orientados.

Do G1 Itapetininga e Região

Equipes de saúde fazem nebulização de combate à dengue em Boituva (SP). (Foto: Divulgação)
Equipes de saúde fazem nebulização de combate
à dengue em Boituva (SP). (Foto: Divulgação)
A Secretaria da Saúde de Boituva (SP) confirmou o primeiro caso de dengue deste ano na cidade. O laudo foi divulgado na terça-feira (22). Segundo a diretora de Vigilância e Saúde, Bárbara Ann West, o paciente contraiu a doença no próprio município, o chamado caso autóctone.
Ainda segundo a diretora, a equipe de combate à dengue foi notificada e iniciou o trabalho de controle de criadouros e nebulização. A ação é realizada em nove quarteirões ao redor da casa do paciente. Uma busca ativa será realizada ainda nesta semana para verificação de possíveis novos casos e interrupção da transmissão.
Segunda prevê a Secretaria Estadual de Saúde os casos de dengue no Estado de São Paulo devem voltar a subir em 2013, em decorrência do caráter cíclico da doença. A preocupação maior é com relação ao sorotipo 4, que esta circulando no Estado desde 2011. “A circulação do sorotipo quatro significa que a população ainda está vulnerável a ele. Além disso, pacientes que já tiveram dengue de outros tipos e forem infectados pelo sorotipo quatro, podem apresentar formas graves da doença, como febre hemorrágica ou dengue hemorrágica”, comenta a diretora.
Com a nova avaliação da densidade larvária, que deverá ser concluída dentro de alguns dias, a Secretaria Municipal de Saúde poderá avaliar o risco de transmissão da dengue. “No entanto, dados parciais apontam para possibilidade de que se apresentem outros casos da doença”, afirma Ann West.
Para a responsável pela Vigilância, a colaboração da população para o combate a doença é de vital importância, tanto no cuidado com sua residência, eliminando todos os recipientes que possam acumular água parada, bem como a colaboração com os agentes ambientais, que visitam as residências para o combate ao mosquito Aedes aegypti.
Em casos de sintomas da dengue, o morador deve procurar o atendimento médico imediatamente, para que a equipe de combate a dengue, possa intervir rapidamente, no sentido de interromper a transmissão. O atendimento poderá ser realizado em todas as Unidades de Saúde do município e no Hospital São Luiz.
Ao sinal dos sintomas como febre alta, dor de cabeça, dor no fundo dos olhos, vermelhidão pelo corpo, dores musculares e dores nas articulações, procure o atendimento médico mais próximo de sua casa. Dúvidas sobre os sintomas podem ser esclarecidas também nas unidades de saúde.
Para ler mais notícias do G1 Itapetininga e Região, clique em g1.com.br/tvtemitapetininga. Siga também o G1 Itapetininga e Região no Twitter e por RSS.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Saiba mais clicando aqui